sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Luiz Couto registra curta-metragem de paraibana sobre benzedeiras












Em um pronunciamento na Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 21, o deputado federal Luiz Couto (PT-PB) registrou o trabalho da cineasta paraibana Dayanne Borges, que produziu o curta-metragem "Da Luz", enaltecendo a figura da rezadeira e despertando para a valorização dessa importante tradição que ao longo dos anos vem sendo deixada de lado. 

Dayanne é natural de Duas Estradas e homenageou com o nome de sua obra uma senhora respeitada no município que, com suas rezas, garante sarar qualquer dores e que teria feito curas milagrosas até mesmo pelo celular, fato que desperta ainda mais a curiosidade das pessoas. "É uma senhora que não mede esforços para manter a tradição deixada pelo seu pai".

Dayanne (roteirista e diretora) formou uma equipe composta por Rebeca Linhares (assistente de direção), Ângela Regina (fotografia), Janaina Lacerda (técnica de som) e Tarciane Gomes (edição). Virginia Gualberto (professora da UFPB e PHD em cinema) e Torquato Joel (cineasta) deram as orientações necessárias.

O curta-metragem "Da Luz" fez a sua estreia no último mês de outubro (dia 21), no Casarão Azul da cidade de Duas Estradas, dentro da programação da Rota Cultural Raízes do Brejo, evento promovido pelo governo do Estado da Paraíba. Com uma equipe composta só por mulheres, a história retrata uma personagem local que aos 98 anos de idade busca manter a tradição.

O roteiro do filme de Dayanne foi mais um produzido no JABRE (Laboratório Paraibano para Jovens Roteiristas), na cidade do Congo, também na Paraíba, que desenvolve uma ação com foco especial para jovens dos 223 municípios do estado, como forma de incentivar o surgimento de novos realizadores audiovisuais.

Em suas edições, o JABRE já obteve expressivo sucesso com a participação de jovens de vários municípios da Paraíba. Alguns dos roteiros foram transformados em filmes de curta-metragem que alcançaram exibições e premiações importantes em grandes festivais brasileiros e internacionais.

Elaborado por uma professora de educação física que fez o resgate de um costume tão antigo a prática de recorrer a uma rezadeira o curta Da Luz" é um dos que merecem destaque, pois ficou em segundo lugar na seleção diante de grandes roteiros produzidos por jovens da área de comunicação, cinema e jornalismo.

"É com satisfação que ocupo a tribuna desta Casa Legislativa para registrar o trabalho desenvolvido por Dayanne Borges e pelo Laboratório Paraibano para Jovens Roteiristas pela efetiva contribuição dada à nossa cultura brasileira", disse Luiz Couto.

Fonte: Parlamento PB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário